Técnica do transplante capilar - Transplante Capilar

Transplante Capilar

Técnica do transplante capilar

A queda de cabelos é algo comum e ocorre com qualquer pessoa, porém, normalmente, os fios costumam ser repostos na mesma proporção. Quando essa reposição não acontece, ocorre o que chamamos de calvície. A principal causa da calvície é genética, ou seja, quem possui pais calvos é mais predisposto a sofrer com o problema.

A falta de cabelos mexe com a autoestima masculina e para interromper a evolução do problema existe uma infinidade de tratamentos. Todavia, o retardamento dos efeitos da calvície não é totalmente eficiente e não consegue fazer com que as raízes capilares ressurjam. Para um resultado mais natural e eficaz, existe e técnica de transplante capilar, que se dá através da remoção de fios de uma região para que esses sejam implantados na área afetada.

O transplante capilar é indicado para homens com calvície acentuada, ou seja, mais de 50% da área da cabeça afetada pelo problema, ou com calvície moderada, que possuem entradas acentuadas. A técnica deve ser realizada quando o paciente ainda tiver uma quantidade de cabelos para que o transplante de uma região para outra seja possível.

O procedimento retira os fios da região denominada doadora e os transplanta para a região calva, chamada de receptora. A partir de análises, delimita-se a ação da calvície, avaliando sua evolução, o tipo de rosto do paciente e as regiões doadoras e receptoras. O médico examinará um arquivo fotográfico e laboratorial do couro cabeludo do paciente e a partir daí, priorizará as regiões mais afetadas pela calvície.

O transplante capilar se inicia com a remoção de uma área pequena do couro cabeludo, onde as unidades foliculares são divididas. Toda a estrutura do fio, composta pela raiz, glândulas sebáceas e anexos, responsável por sua fixação no couro cabeludo, será transplantada para a região calva. O procedimento ocorre sob o efeito de anestesia local e leve sedação endovenosa, com o objetivo de controlar a ansiedade do paciente.

O médico utiliza lâminas microcirúrgicas para fazer incisões na região que receberá os folículos. Para garantir um resultado natural, as unidades foliculares são implantadas com uma distância mínima de um milímetro. Assim, quando o processo de crescimento dos fios tiver início, o cabelo acompanha os traços naturais da região na qual foi implantado.

Geralmente, o transplante é feito em sessões. O procedimento dura cerca de quatro horas para o preenchimento de uma região de 15 centímetros. O número de sessões necessárias para que se obtenha um resultado satisfatório depende do grau de calvície do paciente.

O transplante capilar deixa cicatrizes em linha, escondidas embaixo dos fios. Os pontos são retirados até cinco dias após a realização do procedimento. O cabelo implantado cairá cerca de 15 dias depois, permanecendo apenas a raiz que dará origem a um novo fio. Os novos cabelos serão como os da região doadora no que diz respeito à cor, textura e espessura e serão visíveis a partir de, aproximadamente, 90 dias.

O método consiste numa redistribuição dos folículos que não possuem o código genético da calvície para as áreas afetadas pelo problema, ou seja, esses novos fios não possuirão o código genético da calvície.

É importante!

Um dos consultores da Master Health entrará em contato com você.

* Lembre-se: a consulta é fundamental. Obrigado por se cadastrar.

Av. Paulista, 491 conj. 73/74 - 7º andar - Cerq. Cesar - SP - CEP 01311-000

X

Preencha seu telefone que ligaremos para você AGORA!