A história do transplante capilar - Transplante Capilar

Transplante Capilar

A história do transplante capilar

Em 1939, no Japão, o dermatologista Dr. Okuda iniciou a técnica de transplantar enxertos de pele de couro cabeludo com cabelos em áreas queimadas, também do couro. A partir de suas observações, pode constatar que os fios de cabelo permaneciam crescendo, mesmo após o transplante.

Apesar da valiosa descoberta e pesquisa, o material ficou perdido por muitos anos, desde a morte do Dr.Okuda durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1950, o também dermatologista Dr. Norman Orentreich redescobriu a técnica, utilizando-a como tratamento de calvície, diferentemente da idéia inicial do Dr. Okuda. Ele notou que o cabelo removido sem o código genético da calvície e transplantado em outra área, mantinha suas características.

Com o decorrer do tempo e com o uso de novos instrumentos e métodos, a comunidade médica optou pelas práticas utilizadas hoje. Em 1994, o dermatologista Dr. Limmer apresentou sua técnica de separação das unidades foliculares com o auxílio de microscópios, o que permitiu manter um resultado natural e a boa qualidade da área doadora, sem causar lesões desnecessárias a ela.

É importante!

Um dos consultores da Master Health entrará em contato com você.

* Lembre-se: a consulta é fundamental. Obrigado por se cadastrar.

Av. Paulista, 491 conj. 73/74 - 7º andar - Cerq. Cesar - SP - CEP 01311-000