TRANSPLANTE CAPILAR /

CABELO


O cabelo é o pelo que cresce sobre o couro cabeludo e a diferença básica em relação aos outros pelos do corpo é a alta concentração em sua área e o comprimento. Apesar de ter grande valor estético tanto para mulheres, quanto para homens, o cabelo é importante por suas funções, como o isolamento térmico da região da cabeça, bem como a proteção diante das radiações solares.

O ser humano possui entre 90 e 150 mil fios de cabelo no couro cabeludo. Geralmente, esses fios crescem um centímetro por mês e a queda normal é de cerca de 50 a 100 fios diários. Eles são formados por estruturas, cada qual com uma função para a manutenção da qualidade capilar. Podemos destacar a raiz, além das glândulas sebáceas e anexos.

A raiz, que também pode receber a denominação de folículo capilar, possui duas estruturas principais chamadas bulbos capilares e papila dérmica. É na raiz que ocorre o crescimento e o desenvolvimento da fibra capilar, por isso o folículo capilar fica sob intensa atividade metabólica e bioquímica. O bulbo capilar pode ser considerado o centro de produção dos fios. Através da papila dérmica, o bulbo capilar recebe e absorve os nutrientes essenciais para o bom desenvolvimento do cabelo. O bulbo capilar tem seus próprios ciclos de crescimento, ou seja, os fios não se encontram sempre na mesma fase ao mesmo tempo - existem fios em crescimento enquanto outros estão entrando em processo de queda natural.

Outra estrutura relevante são as glândulas sebáceas. Elas variam de 400 a 900 por cm² no couro cabeludo e são responsáveis pela produção de lipídeos (ácidos graxos, triglicerídeos, etc), os quais são responsáveis pela impermeabilização dos fios de cabelo, além de deixá-los mais flexíveis, brilhantes e macios. O funcionamento das glândulas sebáceas, juntamente com seus anexos (glândulas sudoríparas e resíduos de desintegração da pele do couro cabeludo), dividem os cabelos em três tipos: cabelos normais, secos e oleosos.

Nos cabelos normais, as glândulas sebáceas liberam uma quantidade moderada de oleosidade, resultando em fios brilhantes, macios e maleáveis, que são facilmente desembaraçáveis, ainda que estejam molhados. Já quando as glândulas sebáceas têm sua capacidade reduzida, seja por fatores internos ou externos, os fios se apresentam opacos, quebradiços e com as cutículas abertas, tornando o cabelo poroso, áspero e embaraçado. São os chamados cabelos secos. Quando as glândulas sebáceas têm uma produção acima da necessária, o couro cabeludo produz sebo exageradamente, deixando os fios aglutinados, gordurosos, sem volume e, em alguns casos, com odor. Quando essas características atingem os fios, temos o chamado cabelo oleoso.

A cor do cabelo é resultado de uma proteína, chamada melanina. A melanina é produzida por células denominadas melanócitos que se encontram na papila dérmica. A produção destas células se dá na fase de crescimento dos fios. Com o avanço da idade, a produção dos melanócitos se altera, ocasionando a canície (perda da coloração dos fios). O estresse também pode ser responsável pela canície.

Palavra sim
QUERO FAZER UM TRANSPLANTE CAPILAR
Informe seus dados e a Master Health entrará em contato com você.

EVENTOS MASTER HEALTH

Veja os destaques dos nossos eventos

Evento da Master Health

Clínica Master Health recebe celebridades para brindar campanha beneficente

VEJA MAIS
Evento da Master Health

Evento da Master Health celebrando os 35 anos de lipoaspiração no Brasil

VEJA MAIS

LOCALIZAÇÃO

Av. Paulista, 491 conj. 73/74 - 7º andar - Cerqueira César, São Paulo - SP

COMO CHEGAR

Mais informações

(011) 3372-1900
DE SEGUNDA À SEXTA: 10H ÀS 20H

Av. Paulista, 491 conj. 73/74 - 7º andar - Cerq. César - SP CEP 01311-000
Master Health© 2018 Todos os direitos reservados
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano - CRM 42085/SP